Books To Die For #7 – Quase Mortos

Quase Mortos (Nearly Departed, em inglês), conta a história de cinco adolescentes da cidade de Weirdsville. O destino de cada um muda completamente quando são colocados num grupo de trabalho escolar, e Emily (uma das protagonistas) revela que pode falar com fantasmas. Os cinco acabam se unindo para investigar se o que Emily têm escutado é realmente verdade ou não.

O início do livro se arrasta bastante entre o cotidiano da escola e os jovens, mas aos poucos a tensão vai aumentando e prendendo o leitor a cada página. A narrativa é intercalada entre cada personagem, o que deixa o drama ainda mais interessante, trazendo um novo ponto de vista a cada capítulo. Nossos heróis são um grupo dinâmico, mas inesperado: Bethan, melancólico e o mais inteligente da turma; Jay, um simples geek que possui uma paixão não correspondida; Hashim, o jogador de futebol mais famoso da escola; Kelly, linda e popular, e Emily, impopular, calma e retraída. Estes cinco adolescentes, que antes se detestavam, ao se envolverem em todas aquelas tramas sombrias, acabam descobrindo que são capazes de manter uma verdadeira e sólida amizade.

Além de uma grande narrativa, uma história original, e um suspense sem tamanho, a autora faz com que o leitor entre de cabeça na história, desvendando o sobrenatural e mais bizarro de cada personagem e de cada mistério. É realmente uma história sobre vida, morte e amizade, que consegue prender o leitor do início ao fim.

Com um desfecho surpreendente, Rook Hastings deixa no ar um final de chocar qualquer leitor, e uma ponta perfeita para a sequência, o segundo livro da série, intitulado “Corpos Imortais“, já lançado aqui no Brasil pela Editora PandorgA.

Por Gustavo Cavalcante em 01 de November de 2014

"We are living reminders". Estudante de Publicidade e Propaganda, apaixonado por música, séries e filmes - exímio colecionador de CD's, DVD's e Funko Pop's.