Bruxas, Voodoo, opressão e reencarnações?

Ryan Murphy já havia anunciado que o personagem de Kathy Bates será “10 vezes mais malvada do que qualquer personagem interpretado anteriormente”. Como Bates afirma, “Será de arrepiar!”. Para os que não estão familiarizados, LaLaurie (personagem de Kathy Bates) foi uma das figuras mais maldosas de New Orleans. Uma socialite nascida em Louisiana, dita como serial killer, que torturou, e mesmo que não tenha sido provado, assassinou muitos de seus escravos.

Para seu papel, Bassett disse que alguns praticantes de voodoo se ofereceram para lhe mostrar algumas coisas. A atriz não se sentiu confortável, e se negou a presenciar algo do tipo, recusando o convite amigavelmente.

A bruxa de Lange:

Jessica Lange interpretará Fiona, e Sarah Paulson será sua filha, Cordelia. Em entrevista recente, Paulson e Minear (Produtor) confirmaram que há algo por trás do nome de Cordelia. Seu nome seria uma referência à relação paternal, que está presente no conto de Shakespeare, Rei Lear. Na peça, Cordelia é a filha mais amada de Lear, e ela reverencia seu pai. Mas quando é obrigada a provar sua devoção, ela nega, e é amaldiçoada, trazendo um final totalmente tágico para si.

“Acho que todos sabem, que por causa do subtítulo “Coven”, alguns de nós interpretarão bruxos e outros interpretarão personagens históricos. Eu vou viver uma bruxa este ano”. Diz Lange.

Há muitos rumores sobre fontes da juventude e feitiços contra o envelhecimento fazendo parte da trama. “Nós vamos para o passado e para o futuro muitas vezes, então, claro, abrange muitas histórias.” Lange conta.

Não está claro se eles irão interpretar os mesmos personagens ou até reencarnações. Apenas sabemos que o show continuará promovendo a entrada e saída de inúmeros personagens, uns que ficam e outros que vão embora.

“Todas estas mulheres interpretarão ícones fortes” diz Minear. “Nem todas serão bruxas, mas todas são extremamente poderosas, e o sobrenatural será ainda mais forte nesta temporada”.

Bruxas boas e más?

Também foi confirmado que teremos os dois tipos de bruxas. “Existem estes dois tipos de bruxas no mundo real. Apenas iremos adaptar para o show de uma forma pior.” Minear diz.

“Acredito que os maiores temas este ano serão a opressão e minoria de todos os tipos. Há um fundo feminista rolando este ano em Coven. Há também os temas como o racismo. Mas algo que vai chamar muita atenção, é a relação familiar de mães e filhas.” Opina Minear.

Minear afirma que a série manterá a sua veia no horror, mas que este ano estará recheada de humor e ironia. “A diversão estará acentuada este ano. Acredito que será a temporada mais diferente e irreconhecível.”

Alexandra Breckenridge, que foi confirmada na terceira temporada, afirma que está extremamente empolgada e feliz com a notícia. “Desta vez eu fiquei ainda mais surpresa com o meu papel. Tenho certeza de que será um marco. Estou novamente com medo de me assistir (risos).” Conta Breckenridge.

American Horror Story: Coven estreia em 09 de outubro no FX.

Tradução e adaptação: Marianna Marcinichen Garcia.

  • Karen Gerwintore

    medo desse humor que vai ter ‘-‘

'