Finn Wittrock confirma teoria sobre American Horror Story: Hotel

Como revelado pela Entertainment Weekly no começo desta semana, Finn Wittrock irá interpretar um papel em Hotel um pouco menos psicótico (achamos que sim), um modelo chamado Tristan, que compete pelas atenções e carinhos da dona do Hotel Cortez, a Condessa (Lady Gaga), com seu outro amante Donovan (Matt Bomer).

MTV: Você veio para American Horror Story durante um tempo interessante de transição. Tem alguma diferença notável entre o set com Jessica Lange e o set com Lady Gaga?

Finn Wittrock: Não sei… ainda é uma série grande. Grande parte do elenco eu ainda não tinha visto ou trabalhado, mesmo tendo trabalho por semanas. Estamos em mundos separados. Eu percebo que a vibe — pois estamos em L.A., e as pessoas estão trabalhando próximas de suas casa — é bem violenta. Os horários são bem intensos nessa série, e esse ano tem sido bem ambicioso com coisas técnicas, e a aparência. Existem dias estressantes. Parece ser diferente, mas… a série ainda tem a mesma alma, apenas em uma forma diferente.

E ela é completamente determinada, Gaga. Ela tem um entusiamos contagioso a respeito do personagem dela, e ela se submerge naquilo. É bem divertido fazer parte disso. Parece uma reinvenção.

AHS-1379-Wittrock-001-1440797495

 Tristan, o personagem de Finn para American Horror Story: Hotel

MTV: Você foi para a festa na piscina?

Wittrock: Fui. Fui para a festa na piscina, até onde me lembro.

MTV: E… o que você pode nos compartilhar desta experiência, até onde você lembra?

Wittrock: Na verdade foi muito legal. É bem raro fazermos coisas assim, se juntar apenas com o elenco. Só éramos nós. Só o elenco e outros significantes e Ryan Murphy. Então foi uma experiência de entrosamento legal. E ela tem uma linda casa, claro, e foi uma anfitriã bem graciosa. Nós meio que, tipo, nos soltamos, e nos juntamos.

No teatro você faz isso — você tem mais tempo para saídas, para conhecer o elenco, e se lembrar que estão todos juntos nessa. Pois é muita coisa — nós estamos em nossos próprios universos. Então foi legal ficarmos juntos como uma comunidade. Esse foi o objetivo dela, e deu certo. Foi bem divertido.

MTV: Quem foi o último a sair?

Wittrock: Eu saí antes disso, mas não sei. Todos foram campeões naquela noite.

american-horror-story-freak-show-episode-405-matt-bomer-finn-wittrock-1426699258

MTV: Sua cena com Matt Bomer no ano passado foi certamente… um agrado para o público. Como foi se reunir com ele nessa dinamicidade de diferença de poder? Você acha que ele merece ter um pouco de vingança?

Wittrock: Eu talvez mereça alguma coisa. Ele é ótimo, o adoro. É um ator bem comprometido. Nós ficamos bem quando juntos, nós lutamos bem juntos. Eu não sei o motivo, ou o que dizer a respeito de nós dois. Não sei onde isso irá acabar, mas há um forte relacionamento entre nós, mesmo que seja construído com hostilidade. É mais complicado do que dois caras que se odeiam. Nós estamos descobrindo as nuances entre nós mesmos, e de Gaga. É um triângulo complicado e legal.

MTV: Tem alguém que você não atuou muito no ano passado, e agora você atuará mais?

Wittrock: Sim, eu tenho várias coisas pra gravar com Evan Peters neste ano, o que me deixa bem animado. Eu trabalhei um pouco com ele ano passado, mas temos uma dinâmica legal juntos, então é divertido. Eu não sei mais de ninguém com quem eu tenha mais cenas a gravar. Eu tenho alguns momentos com Cheyenne Jackson, o que é legal. Mas ainda estou esperando pelo próximo roteiro, então veremos. Tenho um pressentimento que Tristan não irá ficar quieto em um só lugar.

MTV: Nós já tivemos nossa primeira visão do Demônio do Vício semana passada. O que você acha que o põe no patamar de Twisty, e Bloodyface, e outras criaturas assombrosas da série?

Wittrock: Bem, eu não sei se ele fica a altura de Twisty. Eu acho que ele é mais uma metáfora sobre a natureza dos vícios, como se fosse um demônio interno.

MTV: Isso te assusta?

Wittrock: Sim. Claro. Acho que a idéia de Vício é sobre o que tem dentro de nós, isso é o que é assustador, é uma força de fora. É algo que já vem conosco, e ameça tomar nosso controle.

MTV: Parece que vocês estão lidando com temas mais sérios neste ano, correto?

Wittrock: É, esta temporada é pesada. É mais sangrenta e sensual, e também claustrofóbica de um jeito assustador. Ano passado tivemos mais cenas do lado de fora, com as tendas… esse ano teremos bastante interiores, e o hotel parece ter vida própria. Então é assustador ficar trancado lá dentro, sabe?

MTV: Tenho de perguntar… alguns fãs (MTV News incluída) perceberam que você, Matt, Cheyenne, Wes Bentley, e Max Greenfield compartilham traços faciais bem parecidos. Você já leu as teorias, e alguma delas é próxima da verdade?

Wittrock: Bem. Eu sigo no Instagram um cara chamado The Fat Jewish, conhece? E ele estava tipo “pessoas brancas pensam isso…” e foi bem engraçado. Eu não sei se Ryan foi percebendo isto, mas realmente há um próposito no fato de sermos parecidos. Existe uma história sobre isto. É algo meio escondido, mas não é acidental.

MTV: Pobre Evan. É o peixe fora d’água desta vez. 

Wittrock: Pobre Evan, eu sei. Mas tudo bem, Evan tem muita coisa divertida pra fazer neste ano. Ele sempre tem um papel de romance principal e ele vai mais para o lado sombrio este ano.

MTV: As moças o amam. Eu ouvi os aplausos na Comic-Con.

Wittrock: Ele é ótimo. Ah, claro. Eu não mexeria com ele.

MTV: Surgiu um rumor ontem que AHS  talvez faça duas temporadas por ano. Você estaria afim disto?

Wittrock: … Eu ouvi sobre isso. Parece coisa de doido, mas a maioria das doideiras do Ryan acabam dando ótimos resultados. Já é uma série bem trabalhosa. Mas o que é melhor do que um sorvete? Dois sovertes. Entende?

MTV: Compreendo. Então, existe algum elemento de Tristan, em uma cena, que você está animado para que os fãs assistam?

Wittrock: Eu acho que de várias maneiras, ele é o completo oposto de Dandy. Dandy… ele agia através de um pensamento de que ele existia em sua ópera pessoal. Uma ideia exaltada de sua vida. Tristan é bem mais impulsivo, e instintivo, e não pensa antes de agir. Ele age completamente por impulso. A espontaneidade é algo divertido a respeito dele. Ele é meio que um chacal. Um animal selvagem. Uma qualidade irrefreável é algo divertido.

MTV: E finalmente, parabéns por sua indicação ao Emmy por Freak Show! Você tem algum plano com o elenco para a grande noite?

Wittrock: Será legal sair para beber com elenco antes da mágica acontecer. Eu não sei, eu acabei de pegar uma roupa do Dior, e foi divertido e especial. Eu não sei, eu estou tentando me divertir o máximo que puder, e deixar a pressão cair fora de mim, sabe? Sou sortudo por estar aqui.

  • que teoria?

    • Gabriel Fernandes

      A teoria de que há uma razão para alguns atores do elenco serem parecidos, está escrito na matéria.

      • Dinho Siqueira

        Um post sobre essa teoria seria otimo

  • Satine Diamond

    É.. QUE TEORIA? BOIEI!

    • Gabriel Fernandes

      A teoria de que há uma razão para alguns atores do elenco serem parecidos.

      • Satine Diamond

        é os isso a teoria?

'