Flicker – Os melhores momentos comentados

O poderoso senhor da moda resolveu dar uma reformada básica no Hotel Cortez. Ele nem imaginava o problema que isso ia dar! Mas vamo lá, vamos todos lembrar o que aconteceu na semana passada em dois segundinhos; Liz Finíssima e Tristan, Condessa corneada, Tristan de pescoço cortado. Lembraram? Segurem essa informação porque o episódio dessa quinta feira foi babado, investigação e casal magya. Leia nossa review clicando aqui.

Antes de começar a comentar, preciso deixar algumas indicações básicas. Há quem goste de rever o episódio inúmeras vezes enquanto o próximo não é exibido. Como todo mundo já viu pelo menos uma vez, meu conselho é: Assista o episódio de novo, da cena em que a Condessa aparece como ainda humana e atriz até a hora do jantar com March, dublado em espanhol. Gente, vocês precisam ver a novela mexicana que fica! Amei real, melhor momento é a hora da dança na casa do Valentino. Super indico! 

  • Exactly where i need to be;

tumblr_ny57aukHJ51ur0nm7o6_500

Amigos, nosso querido policial John Lowe foi parar num hospital psiquiátrico. Finalmente ele começa um episódio onde não estava dormindo e acorda assustado; ele começou sentado sendo interrogado, mas de qualquer forma não parecia muito bem disposto. Aliás, tá um caco faz dias. Convenhamos que pra quem não dorme bem faz tempo, não anda muito bem dos reflexos, das ideias, de lógica. Então vem o momento que é desafiado a contar regressivamente de 100 à 0. Ele até começa acertando, mas depois de três números não tem como lembrar mesmo o que vem depois. Ou antes. Claramente nos representando quando não estamos realmente acordados pela manhã ou quando essa contagem regressiva é desafiadora demais. Alex Vampirona aparece no estilo falsiane, perguntando se ele se sente bem ali, se não quer procurar outro lugar, mas ele é firme, diz que ali já tá bom, sem problemas.

tumblr_ny4xo0vG981rr9hnvo8_r3_250

Depois de reconhecer que está frágil, que atacou o melhor amigo e que precisava de ajuda, ele ouve um papo de um policial e uma enfermeira pelos corredores. Amigos, super vibes horror, a conversa era sobre uma cabeça cortada com serra, pregada no chão com martelo mas que ainda continuava viva e não sei o quê… Vê se pode! Bem papo que o John gosta de ouvir, vocês sabem. Aproveitando o momento fuxiqueiro que ouve escondido, ele ficou sabendo que o psicopata que fez isso estava atrás daquela porta que estava sendo vigiada, e esperou a enfermeira sair pra atacar o guarda. Bateu no homem, roubou a senha, foi até o corredor e entrou no quarto 153 do hospital. Olha, eu esperava um monstro grandão, um monstro grandão de academia, um diabinho vermelho com chifres e rabo, esperava tudo menos uma garotinha. E o nome dela é Wren. Ela não come nada, não sente fome daquela comida, e foi colocada lá porque não quis falar com a policia. Disse que já viu de tudo, que já passou por coisas assustadoras, mas que não ficou assustada nem foi forçada não, que até ajudou em algumas ‘operações’. E foi no estilo Condessa que ela matou um segurança. Revelou algumas coisas da infância dela, enfim. Fez um acordo com o John, que ajudaria a encontrar o assassino, porém, depois de um papo tenso na fuga do hospital, a única testemunha que ele tinha, foi atropelada por um caminhão. Gente, é uma maré de azar na vida desse homem que se isso não for um inferno astral eu não sei o que é!

  • Gods have appetites;

tumblr_ny4izc0Gus1qff2ilo3_400

O dia mais aguardado chegou, aquele que a gente pode ver que a Condessa já teve coração. A participação dela começou com umas conversas estranhas com a Iris, uma coisa de depilação anal, descolorir os cabelos de não sei onde, enfim. Acontece que a Iris comentou que nunca tinha a visto assustada, e ela ficou daquele jeito por causa de um buraco que abriram durante a reforma que o Will Drake tá fazendo no hotel.  Pouco depois disso a Máquina do tempo Horror Story fez uma regressão e estávamos em Hollywood, 1925. Uma cena de teatro com um diálogo de que alguém pertence ao Sheik, coisa assim. Mas adivinha quem aparece!!! Tristan morreu, migas. No inicio ele era um modelo idiota, zé droguinha que foi colocado no lugar do Donovan, pegava o Will Drake mas na verdade tava apaixonado pela Liz Finíssima. Agora ele não é mais nada disso. Tristan não existe mais, não se enganem quando o ver aparecer. Agora é o Rudolfo Valentino.

tumblr_ny1wfxZwO61tvmm8vo1_250

Todo charmoso, ele mandou um recadinho pra Condessa, pra jantar com ele na casa dele, vibes conversar em italiano, dançar um tango… e num desses giros da dança ela deu de cara com a esposa dele, Natacha Rambova. Se ela era a gata, Condessa era a rata, e eles começaram a dançar a três sempre, até parar na cama. Numa dessas coincidências da vida, rolou uma festa de inauguração do Hotel Cortez, e um mensageiro deu a notícia de que Valentino tinha morrido. Pronto, a louca quis se jogar da janela, maluca de paixão, todo um drama. Quase pulando, mais pra fora que pra dentro, o maravilhoso Mr. March apareceu e salvou a princesa de se jogar do topo do castelo. Aí começou a correr uns boatos de que uma mulher de preto ia visitar o túmulo do Valentino todo dia, levava uma flor, chorava, espantava todo mundo de lá.

Três atrizes estavam em pé conversando sobre isso quando a Mulher de preto apareceu, e é óbvio que era a Elizabeth. Mas aí a Natacha apareceu pra ela perguntando por quê ela ia encher o saco chorando lá todos os dias se não havia razão pra isso. E eis que por trás da luz refletida pelo janelão do salão, surgiu ele, Valentino (Melhor momento da cena mexicana). Ele explicou que durante a turnê de divulgação do filme um homem o observava junto dos jornalistas mas nunca falava nada, anotava nada, só ficavam trocando olhares mesmo. Até que ele começou a imaginar que via o homem por todo o trem matando alguém e pensou que estava enlouquecendo. Não é possível que alguém goste tanto de brincar de fantasma assim, não é? E o cara apareceu pra ele, disse que viajou até umas montanhas e lá encontrou criaturas que estavam infectadas com um antigo vírus no sangue, que esse vírus tinha poder de vida eterna, juventude sem fim… Tudo que um artista quer. E ele disse que não podia salvar o mundo, mas podia salvá-lo. E ele aceitou o presente, com a condição de deixar o cinema. Aí Valentino inventou que tava doente, Natacha foi encontrá-lo, ficou sabendo da estória e ganhou o presente também. Depois de ter os ânimos acalmados, Elizabeth foi convidada a fugir com eles num trem, ir pra todos os lugares, rodar o mundo, viver a vida… Se ela tivesse dito que não acreditava em nada daquilo seria melhor, e mesmo que quisesse ir, não poderia, amigas. Porque ela já estava casada, casadíssima. E o esposo dela ouviu toda a conversa!

tumblr_ny1q71maBb1ug3ihdo3_540

Quando Valentino ‘morreu’, ela se casou com Mr. March, porque não queria ficar sozinha no mundo, viver choramingando por aí, mas que queria ficar cercada de coisas bonitas, legais, mesmo que fosse casada com um homem que não sentia amor. Ela disse que se sentia atraída pela escuridão que sentia nele e que se consumia por isso. Vibes dark, muito gótica falando de escuridão. Aí veio uns detalhes dela vendo March assassinar um homem, mas ficou sabendo que aquilo era só um passatempo dele, e ainda o aconselhou a matar gente com grana e jóias, que gostaria de ver isso acontecer. Ficou amargurada depois da morte do Valentino, manas! Foi assim que ela ficou ruim. Ela tava tão humana, tão do bem, encantada com os dois. Depois disso queria ver morte, ver sangue, gostava da escuridão. Ficou trevosa real, né non?

Acontece que quando Valentino contou tudo pra ela, March ouviu e se preparou pra não deixar Elizabeth fugir num trem com eles. Chamou a turminha de capangas dele, deram uma surra no Valentino e na Natacha e prendeu os dois em um corredor do hotel. Claro que a Condessa não sabia disso até quinta feira passada, mas eles ficaram presos lá durante todos esses anos, se alimentando dos ratos que apareciam por lá, sem muito assunto pra conversar, ficando velhos, com cabelo branco, cheios de rugas, perdendo a tão sonhada juventude. E o March contou isso pra Condessa no jantar mensal deles, quando ela foi contar pra ele que ia casar com o Will Drake. Ele jogou toda a merda no ventilador sobre isso que tinha acontecido, porque é todo ciumento e não queria encontrar o Will pelos corredores do hotel depois que eles se casassem e ela o matasse. E papo vai, papo vem sobre amor verdadeiro, ele contou o que fez com o casal quando eles planejavam fugir. Ela ficou louca de raiva, e o March se deliciando nas palavras disse que prendeu o deus dela nas paredes do palácio que ele construiu pra rainha dele. Muito divo, né non?

tumblr_ny25n0ENps1rlcjifo5_250

Depois do buraco aberto na parede, os dois atacaram os homens que estavam fazendo a reforma, alguns hóspedes do hotel e fizeram o favor de atacar a corretora chata também. Saíram do hotel, rumo a não-sei-aonde e o resto a gente vai saber só no próximo episódio!

Assista a promo do episódio Ten Commandments killer clicando aqui.

'