Review: A sede de vingança em “She Wants Revenge”, nono episódio de ‘Hotel’

Quantos seres humanos não santos são estapeados e dão a outra face? A retribuição é uma reação instintiva para a maior parte das pessoas. É possível imaginar a vingança acompanhando a humanidade antes dos primeiros registros históricos. Se procurarem bem não duvido que encontrem pinturas rupestres que retratem homens primitivos pagando mordidas com dentadas. Afinal, até os mais passivos de nós reprimem suas próprias retaliações mas procuram um prazer substituto ao presenciar personagens na arte. Heróis vingativos nos representam, Orestes, Elektra, Hamlet, quase todo o elenco principal dos filmes de Quentin Tarantino. Há quem argumente que o nosso sistema de Justiça nasceu da vingança, embora hoje retire o ato das mãos das vítimas e passe para o Estado, seja mais técnico e preventivo do que emocional. Recompensamos males (crimes) com outros males (cárceres, injeções letais, forcas).

Retribuir ofensas tem reflexos no nosso corpo, provoca uma descarga de dopamina. Por isso é apreciada como um delicioso prato, mesmo que em alguns casos seja consumido frio, dá tanto prazer quanto a trilha-sonora de “Hotel” e produz uma sensação parecida com a de um orgasmo, mesmo que em alguns casos seja unilateral. Não tivemos ainda tantas explicações sobre o funcionamento biológico dos vampiros da temporada, mas seja como for, a vingança tem um efeito em seu metabolismo como no dos mortais comuns.

Desde o terceiro episódio, sabemos que o atual objetivo de vida de Ramona Royale (Angela Bassett) é destruir sua criadora e amante Elizabeth (Lady Gaga) reembolsando todo o dano que a Condessa lhe causou. Em “She Wants Revenge” (Ela quer vingança), vimos que a ex-atriz de filme B não está sozinha na sua ânsia por represálias.

1

VINGANÇA LADO A

Por quase 100 anos, Elizabeth vivenciou uma série de traições. Ela mesma diz que sua personalidade é definida pelas vezes em que teve seu coração partido. Erroneamente, acreditou que havia sido abandonada pelo seu amante mais importante, Rudolph Valentino (Finn Wittrock). Na verdade, o amor de sua vida foi emparedado por James March (Evan Peters). Como um viciado que quer voltar a experimentar o barato da primeira absorção da droga, a Condessa tentou recriar os impactos produzidos por Valentino em sua vida. Ela escolheu como amante uma pessoa ligada ao cinema como ele, mas Ramona a trocou por um homem. Ela procurou seus sósias, mas Tristan escolheu amar outra pessoa. Ela tentou promover uma transformação na essência de alguém como Valentino fez com si mesma, mas Liz Taylor (Denis O’Hare) a traiu.

23

Elizabeth chegou a um ponto de sua vida em que seu coração diminuído por uma passagem de tempo centenário só tem espaço para duas coisas: as pouquíssimas pessoas que ela ainda ama e a destruição seus inimigos. E é ao planejamento da execução das duas coisas que metade do episódio se dedica. A Condessa só tem sentimentos por Valentino, as outras pessoas são acessórios. Para dar conforto para si e seu amante reencontrado ela elimina seu noivo Will Drake. Descanse em paz ser mais insosso da temporada! O personagem de Cheyenne Jackson tem tão pouco gosto, que Elizabeth nem tenta consumir seu sangue e prefere deixar o fluído matar a sede de outra vampira em uma situação mais próxima desnutrição. De quebra ela vinga uma pequena ofensa, o desdém do estilista a Bartholomew, filho mal formado da Condessa.

VINGANÇA LADO B

Uma boa fatia do episódio é ocupada por Ramona Royale. E que fatia saborosa! Ver Angela Bassett em cena é sempre um prazer e é uma pena que até o momento sua participação na temporada tenha sido tão reduzida. Em “She Wants Revenge”, a melhor passagem protagonizada pela personagem é um flashback. Depois de ser punida por Elizabeth e abandonada, ela resolveu reencontrar seus pais, ambos idosos e doentes. Ramona tem um passado dramática. A mãe sofria algum problema respiratório que a levou a óbito. O pai sofre de Mal de Alzheimer e mesmo o sangue vampiro da filha não reverteu os efeitos neurológicos da doença. Ela mesma resolveu que teve que operar uma espécie de eutanásia no único homem para quem seria capaz de se ajoelhar. Os anos que seguiram a tragédia dos pais da ex-atriz foram resumidos em solidão e na lembrança da glória que poderia ter tido como humana e não teve.

ramona001

Ramona atribui a Elizabeth o crime de arrancar todas as características mais positivas de sua vida, como o amor e um bom proveito da própria fama. Por isso a atriz resolve interpretar o papel do herói dos filmes de Drácula. Ela até decora o roteiro da cena clássica: o protagonista se aproxima do vampiro em seu ambiente de repouso, pronto para apunhalar seu peito e cortar sua cabeça para se assegurar de que o monstro está morto. Mesmo se a criatura acordar e mostrar seus caninos, ela não teria piedade. Mas o ápice do grande filme da vida de Ramona Royale foi sabotado por Donovan (Matt Bomer).

VINGANÇAS BÔNUS

Entre todos os personagens do episódio ele é aquele que passa a maior parte dos 44 minutos de duração menos preocupado com vingança – talvez empatado com o ingênuo Will Drake. Liz exerce sua retaliação com alfinetadas sarcástica. Sra. Evers (Mare Winningham) – divertida como sempre – promove sua vingança com uma tentativa de destruir os planos de Elizabeth e ao assistir a morte de quem ignora seu alerta. Iris (Kathy Bates) tenta se distrair de seu medo de possíveis represálias da Condessa dando continuidade à recompensa às ofensas de hóspedes rudes e revolve ainda vingar o bom e velho pornô dos males causados pelo erotismo barato produzido por câmeras de celular e comercializado na rede.

Alex (Chloë Sevigny) não pensa em ser o sujeito ativo do verbo vingar-se, mas teme ser o objeto indireto e por isso procura reparar um deslize para se manter fora do radar vingativo de sua patroa. Um bando de crianças vampiras querem retribuir os adultos com violência por seja qual for a revolta que faça pré-adolescentes de classe média alta bem criados se sentirem injustiçados por seus pais (Falta de liberdade para assistir Netflix ou Xvideos até de madrugada? Limites no plano de celular? Compra de um console mais barato que o PS4 que tanto desejavam?). March quer punir Will Drake por se tornar esposo de Elizabeth – e paralelamente ganhar seu perdão.

Donovan só quer amor, sexo e empatar a vingança de Ramona. Pelo menos até descobrir que está sendo usado. Depois disso ele talvez faça um curso intensivo para iniciantes de como lidar de amantes de uma Condessa adúltera com James e mude para os lados dos que querem vingança.

tumblr_nz6xdz5O911trbj08o6_1280

 

No embate das jogadoras principais, Condessa contabiliza um K.O. contra Ramona. A personagem de Angela Bassett termina o primeiro round trancafiada em um corredor a prova de som, com o corpo de um único estilista para se alimentar por um provável longo período. Elizabeth pode fazer uma maratona de episódios de como um de seus inimigos caiu. E ela quer mais. Por isso, seria mais seguro Natasha (Alexandra Daddario), Liz Taylor, Iris e Donovan (ou qualquer outro empecilho) se proteger. Ou talvez a Condessa é quem deveria se perguntar se foi uma boa ideia manipular Donovan e manter uma inimiga viva, ainda que trancafiada tão perto. Afinal, nunca se sabe quando a sede de vingança pode motivar um segundo round e ainda temos quatro episódios até a conclusão da temporada.

  • Douglas Ibanez

    Os flashbacks de Ramona são uma proeza. Como é gostoso assistir Angela atuando! Seu olhar e sua expressão corporal são maravilhosos, isso sem contar sua alternância no estilo de voz quando se está com outras pessoas, de guarda baixa. É incrível! De fato, Ramona merecia um maior destaque em mais episódios.

    • Patrícia Frades

      Angela é um espetáculo à parte. Sempre achei que deveria ter mais espaço nesta temporada.

  • Patrícia Frades

    Lady Gaga está simplesmente arrasando nesta temporada. Grande cantora e uma atriz maravilhosa.