Taissa Farmiga revela incerteza sobre ter gostado do destino de Violet e Tate em ‘Apocalypse’

O episódio “Return to Murder House” de American Horror Story: Apocalypse teve momentos que remetem ao passado e referências à primeira temporada da franquia suficientes para deixar os fãs com mais anos de materiais disponíveis para estimular sua obsessão. Mas um momento em particular deixou os shippers de Violet (Taissa Farmiga) e Tate (Evan Peters) gritando para a suas telas: o final onde os dois amantes fantasmas se reconciliam.

Madison Montgomery (Emma Roberts) apareceu nos momentos finais do tão antecipado o episódio crossover para assoprar um pouco de pó mágico na filha de Ben (Dylan McDermott) e Vivien Harmon (Connie Britton), o que aparentemente a ajudou a aceitar Tate de volta, após todos os atos violentos que ele cometeu em Murder House — incluindo um massacre à mão armada numa escola e estuprar a mãe dela.

Claro, só porque os adolescentes mortos reataram o romance, não quer dizer que seus intérpretes estejam totalmente a favor do que aparentou ser uma situação do tipo “perdoe ou esqueça”. Ao menos Taissa não está a favor.

“Parte de mim estava, eu acho que a parte que era Violet estava feliz que ela não precisava mais chorar, e a parte que é a Taissa estava meio — você sabe, eu gosto de coisas que não são amarradas como uma gravatinha apertada”, disse Taissa à TV Guide numa entrevista publicada na quinta-feira. “Eu gosto quando as coisas são ambíguas. Acho que estava mais feliz com o final da primeira temporada, mas acho que a Violet dentro de mim está feliz com este final.” Mesmo que Taissa ache que o episódio tenha explicado o caráter de Tate, a atriz diz que é um tópico difícil de comentar.

“É uma questão complicada,” disse ela. “Só porque alguém está numa circunstância que é influenciada pelo mal ou escuridão externa e são levados a tomar estas atitudes, eu não acho que isso completamente faça o passado ser esquecido e tire a responsabilidade daquela pessoa. Então é difícil, pois Tate foi arruinado pela casa.”

“Ele se corrompeu pela escuridão que há lá e ainda assim há as atitudes dele que o fez machucar e matar aquelas, e machucar minha mãe em algumas vezes — ou a mãe de Violet,” adicionou. “Sabe, eu disse que é difícil diferenciar as vezes. Eu não sei. Eu acho que porque aqueles dois estão presos numa casa para o resto da eternidade e não podem ir a lugar nenhum, acho que naquele ponto você só tem o perdão para recorrer.”

Taissa completa, dizendo: “Hum, eu acho que Violet está feliz. Não acho que você precise mudar isso. Não acho que você precise intervir nisso, na minha opinião. Acho que você deve deixar o casal de fantasmas por lá.”

American Horror Story: Apocalypse é exibido todas as quartas-feiras às 23h00 (horário de Brasília) no FX USA, e exibido no Brasil no dia seguinte, quinta-feira, às 15h20, no FX Brasil. Para receber novidades diárias sobre American Horror Story, siga-nos também no FacebookTwitter Instagram.

Por Gabriel Fernandes em 19 de October de 2018

Tu fui, ego eris. Arquiteto e ilustrador independente, grande fã do gênero terror.